GNU/Linux - Distribuições

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

GNU/Linux - Distribuições

Mensagem  Tiago de Abreu em Sex 26 Ago 2011 - 5:14

Tiago de Abreu Alves de Souza - I1/Noite - nº39
Conclusão Trabalho Linux

Já havia tido experiência com o SO Linux, e confesso que após esse trabalho tudo ficou mais claro, para fazer esse trabalho instalei e utilizei três distribuições, a Ubuntu, a Kubuntu e a Fedora.
A Distribuição Ubuntu (derivada do Debian) é a mais popular se tratando de usuários comuns, versão desktop, embora possua sua versão para servidores.
Preferi Trabalhar com o Ubuntu, ele utiliza o gerenciador gráfico Gnome, achei esse gerenciador mais amigável, o que me conquistou no Ubuntu foram os aplicativos de edição de imagem e vídeo (distribuição Ubuntu Studio ), o Kubuntu que usa o KDE me lembrou o “Ruindows”, já o Fedora (derivado RedHat) me veio como uma segunda opção, pois ele também utiliza o Gnome, é veloz, mas não tive tempo de testar programas específicos...
Percebi também que para entender melhor as distribuições atualmente mais utilizadas devemos levar em conta alguns pontos:
1º Seu histórico (de onde ela provém)
3º Quem está por trás (empresa, comunidade, projeto, etc).
4º Com qual frequência ela é atualizada (semestralmente, anualmente)
5º Qual o seu Gerenciador Gráfico (Gnome, KDE, etc).
6º Seus Aplicativos (navegador, leitor de mp3, editor de imagens, etc).
7º Seu usuário final (empresa, usuário comum, etc).
8º Seu Suporte

É muito importante dizer que para o usuário escolher uma distribuição que tenha a sua “cara” é essencial a utilização da mesma, assim ele poderá saber se esta atende ou não as suas necessidades, sejam elas estéticas, operacionais, etc. Diferente do Windows o Linux possui várias distribuições, cada distribuição tem um número de seguidores que formam uma comunidade, essa comunidade organiza-se e desenvolve a determinada distribuição, ou seja, a distribuição é a “cara” da comunidade.

Em relação ao seu núcleo, vou utilizar o jargão “ Muitas cabeças pensam melhor que uma”, está aí os processadores de diversos núcleos que não me deixam mentir, está aí o Kernel do Linux desenvolvido pelo mundo ou até por Et´s, quem sabe...(brincadeira Billy).
Expresso aqui também minha experiência como futuro programador, percebi que uma das coisas que faz um programa ser mais eficiente é o modo com que ele é “pensado”, programado, ou seja, para realizar um cálculo, um determinado programador utiliza 5 linhas de código e 10 variáveis, enquanto outro para realizar o mesmo cálculo utiliza apenas 2 linhas de código e 5 variáveis. Imagino que assim seja o Linux (Kernel), um núcleo muito mais sintetizado, confiável, eficiente e desenvolvido.
Finalizando, o GNU/Linux é gratuito, mas algumas Distribuições são pagas, isso acontece porque diferentes empresas desenvolvem distribuições específicas para determinada área exemplo de empresas: Novell, Canonical, RedHat....
avatar
Tiago de Abreu
Ameba²
Ameba²

Mensagens : 25
Data de inscrição : 22/08/2011
Idade : 34

Ver perfil do usuário http://www.vlogdourbano.xpg.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum